segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Que eu seja a última - Minha história de cárcere e luta contra o Estado Islâmico

TRADUÇÃO!



  • Que eu Seja a última: Minha História de Cárcere e Luta Contra o Estado Islâmico


 ESCRITO POR NADIA MURAD 
 e Jenna Krajeski

 TRADUÇÃO de Henrique Guerra

  • Nestas intimistas memórias de sobrevivência, uma ex-prisioneira do Estado Islâmico conta a sua angustiante, mas inspiradora história.

    Em 15 de agosto de 2014, quando Nadia tinha apenas 21 anos de idade, sua vida terminou. Os terroristas do Estado Islâmico massacraram o povo de sua aldeia, executando os homens que se recusaram a se converter ao Islã, e as senhoras idosas demais para se tornarem escravas sexuais. Seis dos irmãos de Nadia foram mortos, e pouco depois, também a sua mãe. Os corpos foram jogados em valas comuns. Nadia foi transportada à força a Mossul e, junto com milhares de outras moças iazidis, vendida como escrava pelo Estado Islâmico.

    Nadia fora mantida em cativeiro por vários terroristas, e passou a ser continuamente estuprada e espancada. Contudo, ela conseguiu fugir pelas ruas de Mossul, encontrando guarida no lar de uma família muçulmana sunita, cujo filho mais velho arriscou a vida para contrabandeá-la a um local seguro.

    Hoje, a história de Nadia ― como testemunha das atrocidades do Estado Islâmico, sobrevivente de estupro, refugiada, iazidi ― forçou o mundo a prestar atenção ao genocídio em andamento no Iraque. É um chamado à ação, um testamento à vontade humana de sobreviver e uma carta de amor a um país perdido, uma comunidade frágil e uma família destroçada pela guerra.


  • Capa comum: 336 páginas
  • Editora: Editora Novo Século; Edição: 1 (30 de agosto de 2019)
  • Idioma: Português
  • ISBN-10: 854281567X
  • ISBN-13: 978-8542815672
  • Dimensões do produto: 16 x 3 x 23 cm
  • Peso de envio: 390 g



Comentário: Participar deste projeto foi uma experiência intensa do começo ao fim. Pesquisa terminológica. Tensão. Carga emocional. Atrocidades cometidas pelo EI. Tudo narrado sob o prisma de Nadia Murad, uma jovem de 21 anos que foi vítima deste verdadeiro genocídio perpetrado pelo Estado Islâmico contra o povo iazidi. Por abraçarem uma religião diferente, foram dizimados, sobrando apenas meninos impúberes, crianças pequenas e mulheres jovens. As moças foram então submetidas a um calvário de humilhações que envolvia serem transformadas em "escravas sexuais" nas mãos dos membros do grupo terrorista. Um tradutor que mergulha nesse universo não consegue apenas "fazer o seu trabalho". Há um envolvimento além do linguístico, é impossível que isso não ocorra. Como o livro contava uma complexa relação de partidos políticos e facções existentes no Iraque, criei um glossário de termos que a Editora prontamente concordou em publicar. Em termos de História Contemporânea, a obra é simplesmente um "must", algo que nos abre horizontes para realidades quase inimagináveis. Em termos de mostrar a força feminina, o livro também se impõe de modo surpreendente. A tenacidade de Nadia em sobreviver e fugir para tentar reencontrar a família é comovente. Nadia corajosamente descreve em detalhes tudo o que enfrentou e torna seu relato um verdadeiro libelo contra esse tipo de crime contra a humanidade. 

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Que eu seja a última

TRADUÇÃO

Já está em pré-venda na Amazon a obra Que eu seja a última, de Nadia Murad e Jenna Krajeski.
Foi emocionante participar como tradutor neste projeto da Editora Novo Século. A obra será lançada em 30 de agosto, na Bienal do Livro, no Rio do Janeiro. Aguardem mais informações em breve!




segunda-feira, 1 de abril de 2019

A prática de terapia cognitiva com crianças e adolescentes

TRADUÇÃO

Informações Técnicas - Impresso
Formato: 17.5x25
Páginas: 400
ISBN: 9788582715475

Informações Técnicas - E-Book

Formato: ePub
Páginas: 400
ISBN: 9788582715482
Ano: 2019

Referência

FRIEDBERG, R. ; MCCLURE, J. A prática clínica de terapia cognitiva com crianças e adolescentes. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2019. 384 p. 

RESUMO

Com texto acessível e didático, esta 2ª edição de A prática clínica da terapia cognitiva com crianças e adolescentes descreve como planejar e implementar a técnica de acordo com as necessidades específicas de cada criança ou adolescente, bem como aborda estratégias para conduzir sessões com toda a família e desenvolver, junto aos pais, habilidades parentais e de gestão de comportamento.

Esta obra é uma parceria com a Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC).

SUMÁRIO

Confira o sumário detalhado (clique aqui).

Capítulo 1. Introdução
Capítulo 2. Conceitualização de caso
Capítulo 3. Empirismo colaborativo e descoberta guiada
Capítulo 4. Estrutura da sessão
Capítulo 5. Introduzindo o modelo de tratamento e identificando problemas
Capítulo 6. Identificando e associando sentimentos e pensamentos
Capítulo 7. Diálogos socráticos terapêuticos
Capítulo 8. Técnicas cognitivas e comportamentais de uso comum
Capítulo 9. Aplicações criativas da terapia cognitivo-comportamental
Capítulo 10. Tarefa de casa
Capítulo 11. Trabalhando com crianças e adolescentes deprimidos
Capítulo 12. Trabalhando com crianças e adolescentes ansiosos
Capítulo 13. Trabalhando com crianças e adolescentes disruptivos
Capítulo 14. Trabalhando com jovens diagnosticados com transtorno do espectro autista
Capítulo 15. Trabalhando com os pais
Capítulo 16. Terapia familiar cognitivo-comportamental

Epílogo
Referências
Índice


EQUIPE

Revisão:
Ricardo Wainer, Psicólogo cognitivo-comportamental. Terapeuta e supervisor com Certificação Avançada em Terapia do Esquema pela International Society of Schema Therapy (ISST). Professor titular de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Diretor da Wainer Psicologia Cognitiva. Doutor em Psicologia pela PUCRS.

Tradução:
Henrique Guerra. Cristina Monteiro. 
Comentário: Fiz a tradução desta nova edição. A tradução da edição anterior foi feita por Cristina Monteiro. Um trabalho exigente do ponto de vista terminológico, mas que possibilitou o uso de linguagem coloquial nas partes onde havia transcrição de diálogos. Ali a tradução pôde ser um pouco mais solta, porque a linguagem precisava ser fluente e imitar a conversa real entre as partes. Um trecho importante foi o acréscimo do capítulo 14, que aborda crianças e jovens diagnosticados com TEA. Enfim, a tarefa de tradução foi bastante envolvente. É relevante observar que, como é o padrão no Grupo A, após concluída a tradução, o texto contou com a preparação de originais, revisão técnica e leitura final. Todos esses profissionais contribuem para a qualidade do texto! 




quinta-feira, 9 de agosto de 2018

FIXE O CONHECIMENTO: A CIÊNCIA DA APRENDIZAGEM BEM-SUCEDIDA

TRADUÇÃO




Informações Técnicas

Formato: 23x16
Páginas: 256
ISBN: 9788584291243
Ano: 2018

Referência

BROWN, P.; ROEDIGER III, H. L.; McDANIEL, M. A. Fixe o conhecimento : a ciência da aprendizagem bem-sucedida. Porto Alegre: Penso, 2018. 236 p.

RESUMO

Aprender nem sempre é uma tarefa fácil, e muitas das estratégias de aprendizagem consagradas estão equivocadas. Em Fixe o conhecimento: a ciência da aprendizagem bem-sucedida, Peter C. Brown, Henry L. Roediger III e Mark A. McDaniel abordam o tema de forma acessível, transformando anos de pesquisa na área da ciência cognitiva em ciência educacional. Inclui casos reais e técnicas concretas voltadas a professores, estudantes, treinadores, gestores e todos aqueles interessados na aprendizagem mais eficaz ao longo da vida.

SUMÁRIO

Apresentação à edição brasileira

Capítulo 1. A aprendizagem é mal compreendida
Capítulo 2. Para aprender, recupere as informações
Capítulo 3. A prática espaçada e intercalada
Capítulo 4. Enfrente as dificuldades
Capítulo 5. Evite a ilusão de que você já sabe
Capítulo 6. Vá além dos estilos de aprendizagem
Capítulo 7. Aumente suas habilidades
Capítulo 8. Fixe o conhecimento

Notas
Leituras sugeridas
Índice
EQUIPE
Tradução: Henrique de Oliveira Guerra

Revisão técnica: Claudio de Moura Castro, Economista. Mestre pela Yale University e doutor pela Vanderbilt University. Pesquisador em Educação.
Comentário: Traduzir este livro me proporcionou muitos e profícuos momentos de aprendizagem. Além de aprender sobre a terminologia usada pelos cientistas do ramo da sedimentação e recuperação das informações no cérebro, fui aprendendo também muitas dicas sobre o assunto, tudo bem fundamentado em estudos científicos. Os autores vão desmistificando todas as crenças sobre como estudar e, em particular, demonstram que a tática de ler e reler não é eficaz a médio, longo prazo. Quais são as alternativas? Basta ler a obra para saber. Para quem se interessa por ciência e por técnicas de aprendizagem, é um livro simplesmente imperdível. O livro contou com a revisão técnica do grande especialista Claudio de Moura Castro, que, além de fazer a revisão técnica, contribuiu com notas explicativas. Em tempo: a capa ficou simplesmente incrível!

terça-feira, 3 de julho de 2018

APRENDIZAGEM INVERTIDA para resolver o problema do dever de casa

TRADUÇÃO




Resumo

O dever de casa é uma oportunidade para continuar aprendendo depois que o sinal da escola toca. De que modo os professores podem mudar a maneira como os alunos veem essa atividade e assegurar-se de que eles ainda se beneficiem com o conhecimento adicional? É simples: invertendo a aprendizagem! Neste livro, Jonathan Bergmann, um dos pioneiros do método Flipped Classroom, discute o motivo pelo qual o dever de casa tradicional causa tanta frustração nos estudantes. Além de elucidar o aumento da capacidade de aprendizagem por meio do dever de casa invertido, o autor sugere atividades engajadoras que tornam os estudantes participantes ativos na experiência de sala de aula.


Sumário

Capítulo 1. Vantagens do dever de casa invertido
Capítulo 2. Os diferenciais de um bom dever de casa invertido
Capítulo 3. Estratégias invertidas para educadores
Capítulo 4. Avaliando deveres de casa invertidos
Capítulo 5. Estratégias para escolas, gestores e pais
Capítulo 6. Alinhavando tudo até aqui

Apêndices
Referências
Índice




Equipe

Tradução: Henrique de Oliveira Guerra

Revisão técnica: Marcelo L. D. S. Gabriel, Doutor em Educação: Ciência e Tecnologia pela Universidade, Estadual de Campinas (UNICAMP).

Informações Técnicas

Formato: 23x16
Páginas: 104
ISBN: 9788584291229
Ano: 2018


Referência

BERGMANN, J. Aprendizagem invertida para resolver o problema do dever de casa. Porto Alegre: Penso, 2018. 93 p. 

Comentário: Foi uma tarefa edificante e proveitosa realizar a tradução desta obra. O autor é um professor de Química que, após décadas lecionando e percebendo o quanto os alunos e os próprios filhos sofriam com os famigerados "homeworks", resolveu inverter a lógica da sala de aula. A "aula expositiva" seria feita por meio de um vídeo que o aluno assiste em casa. Em aula, o aluno teria mais tempo para tirar dúvidas e fazer exercícios. Com essa estratégia, pais e filhos acabam com o sofrimento e o drama dos deveres de casa. Chega de deveres de casa estressantes e complicados que tomam o fim de semana inteiro! O dever de casa, agora, é assistir ao vídeo e anotar as dúvidas. A sala de aula invertida é um recurso para diversificar e modernizar o ensino. Neste rápido guia, Jonathan Bergmann introduz suas revolucionárias ideias e apresenta as diretrizes para adotá-las. No mínimo, um must para educadores de todos os níveis.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Desfoda-se: saia de sua cabeça e entre na sua vida

TRADUÇÃO



Detalhes do produto

  • Capa comum: 192 páginas
  • Editora: Figurati; Edição: 1 (20 de abril de 2018)
  • Idioma: Português
  • ISBN-10: 8542806425
  • ISBN-13: 978-8542806427
  • Dimensões do produto: 23 x 15,8 x 1,4 cm
  • Peso de envio: 358 g
Título original: Unf*ck yourself.


DERMATOLOGIA de Sampaio e Rivitti

COPREPARAÇÃO DE ORIGINAIS


Informações técnicas

  • Formato: 21X28
  • Peso: 4,70 kg
  • Páginas: 1648
  • ISBN: 9788536702759
  • Ano: 2018
Informações técnicas do eBook

  • Formato: DIGITAL
  • Páginas: 1648
  • ISBN: 9788536702766
  • Ano:: 2018
  • Resumo

    Dermatologia de Sampaio e Rivitti chega à 4ª edição, confirmando sua posição de obra fundamental na área por quase 50 anos. Somam-se à reconhecida experiência de seus idealizadores e colaboradores – presentes na formação de gerações de profissionais brasileiros –, um projeto gráfico moderno e que facilita o entendimento dos conteúdos abordados. Mais de 1.800 figuras ilustram os 102 capítulos da obra, contemplando assuntos tanto da área clínica quanto cirúrgica. Informações sobre anatomia e fisiologia da pele, fisiopatologia e imunologia cutânea, genética aplicada à dermatologia, técnicas e exames em dermatologia fornecem a base necessária para a compreensão do diagnóstico e tratamento das doenças cutâneas e da conservação da higidez da pele. Completam a obra capítulos sobre terapêuticas tópica, sistêmica e específica para feridas cutâneas, procedimentos e cirurgia dermatológica.

    Sumário

    Confira o sumário detalhado (clique aqui).
    PARTE I - Pele Normal
    PARTE II - Patologia Cutânea
    PARTE III - Semiologia e Métodos Complementares
    PARTE IV - Alterações Morfológicas Cutâneas Epidermodérmicas
    PARTE V - Afecções dos Anexos Cutâneos
    PARTE VI - Alterações do Colágeno, Hipoderme, Cartilagens e Vasos
    PARTE VII - Infecções e Infestações
    PARTE VIII - Dermatoses por Noxas Químicas, Físicas e Mecânicas
    PARTE IX - Inflamações e Granulomas não Infecciosos
    PARTE X - Dermatoses Metabólicas
    PARTE XI - Afecções Psicogênicas, Psicossomáticas e Neurogênicas
    PARTE XII - Dermatoses por Imunodeficiência
    PARTE XIII - Afecções Congênitas e Hereditárias
    PARTE XIV - Cistos e Neoplasias
    PARTE XV - Dermatoses em Estados Fisiológicos
    PARTE XVI - Sinopses Regionais
    PARTE XVII - Dermatoses Relacionadas ao Trabalho e aos Esportes
    PARTE XVIII - Terapêutica
    Apêndice
    Referências
    Índice

    Autores

    Evandro A. Rivitti Professor emérito da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
    RIVITTI. E. Dermatologia de Sampaio e Rivitti. 4. ed. São Paulo: Artes Médicas, 2018. 1636 p.
Comentário: Ajudei a fazer a preparação de originais, ficando responsável por vários capítulos da obra, que contou com a colaboração de mais duas profissionais nessa etapa editorial: Carine Prates e Luana Neumann. Cada preparador(a) se comunicou com os outros para padronizar termos e tirar dúvidas. Um trabalho bastante minucioso que, como sempre acontece em obras desse peso (quase 5 kg!) e envergadura, exigiu fôlego de todas as pessoas envolvidas no processo. A recompensa sempre chega quando a obra é finalizada e publicada, sempre com o capricho editorial do Grupo A. As informações acima foram extraídas do site da Editora, na página sobre o livro.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Treinamento de habilidades em DBT - manual do terapeuta

TRADUÇÃO

Resultado de imagem para treinamento de habilidades em dbt


Informações técnicas
  • Formato: 21X28
  • Peso: 1,23 kg
  • Páginas: 528
  • ISBN: 9788582714522
  • Ano: 2018
Informações técnicas do eBook



  • Formato: DIGITAL
  • Páginas: 528
  • ISBN: 9788582714539
  • Ano: 2018
Desenvolvida por Marsha M. Linehan, a terapia comportamental dialética (DBT) demonstrou eficácia no tratamento de uma ampla gama de problemas psicológicos e emocionais. Este manual completo e atualizado apresenta instruções e ferramentas para implementar as habilidades de treinamento em DBT. Essencial para orientar profissionais da área da saúde mental no tratamento de pacientes que sofrem de desregulação emocional, Treinamento de habilidades em DBT: manual de terapia comportamental dialética para o terapeuta traz notas de ensino, além de fichas explicativas e de tarefas aplicadas há mais de duas décadas por milhares de profissionais e constantemente revisadas e atualizadas de acordo com os avanços clínicos e em pesquisa na área.

"Os profissionais da saúde mental – que usam ou não a DBT como sua principal orientação terapêutica – terão em Treinamento de habilidades em DBT: manual de terapia comportamental dialética para o terapeuta um recurso inestimável.” Judith S. Beck PhD, Presidente do Beck Institute for Cognitive Behavior Therapy




Sumário

Confira o sumário detalhado na página do livro no site do Grupo A.


Lista de fichas explicativas e de tarefas
PARTE I - Introdução ao Treinamento de Habilidades em DBT
PARTE II - Notas de Ensino para os Módulos de Habilidades em DBT
Índice

Autores

Marsha M. Linehan, PhD, ABPP (American Board of Professional Psychology). Criadora da terapia comportamental dialética (DBT), professora de Psicologia, Psiquiatria e Ciências Comportamentais, e diretora do Behavioral Research and Therapy Clinics da University of Washington. Seu principal interesse de pesquisa é o desenvolvimento e a avaliação de tratamentos baseados em evidências para populações com alto risco de suicídio e múltiplos transtornos mentais graves. Suas contribuições para as pesquisas sobre suicídio e psicologia clínica têm sido reconhecidas com numerosos prêmios, incluindo a Medalha de Ouro para Realização em Vida na Aplicação de Psicologia, da American Psychological Foundation, e o prêmio James McKeen Cattell, da Association for Psychological Science. Em sua homenagem, a American Association of Suicidology criou o prêmio Marsha Linehan para Pesquisa Extraordinária no Tratamento do Comportamento Suicida. Ela é mestre Zen e ensina mindfulness e práticas contemplativas em workshops e retiros para profissionais da saúde.

Equipe



Tradução
Henrique de Oliveira Guerra
Revisão técnica
Vinícius Guimarães Dornelles, Psicólogo. Mestre em Psicologia – Cognição Humana pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Dialectical Behavior Therapy: Intensive Training (Behavioral Tech e The Linehan Institute, nos Estados Unidos). Formacion en Terapia Dialectico Conductual (Universidade de Lujan/Argentina). Formação em tratamentos baseados em evidência para o transtorno da personalidade borderline (Fundacion Foro/Argentina). Especialização em terapias cognitivo-comportamentais (WP), coordenador local do Dialectical Behavior Therapy: Intensive Training Brazil e sócio-diretor da Vincular.



Resultado de imagem para treinamento de habilidades em dbtComentário: Eis uma obra de peso literal e também em termos de conhecimento. Com 1,23 kg distribuído em 528 páginas, traz passo a passo as instruções de como proceder o treinamento das habilidades em DBT. Este é o tipo da obra que um bacharel em Letras da UFRGS é talhado para traduzir. As aulas de Semântica I e II e Terminologia I e II, entre outras cátedras, adquirem todo o sentido quando você está realizando um trabalho dessa envergadura. Particularmente, achei desafiador encontrar um meio-termo entre os acrônimos do original e as soluções semânticas em nossa língua. Esse detalhe do trabalho exigiu também criatividade. Acredito que a equipe (responsáveis pela tradução, preparação, revisão e edição em si) conseguiu um produto final de excelente qualidade, de conteúdo holístico e necessário para os profissionais de saúde. O livro faz uma "dobradinha" com o manual para os pacientes, traduzido por Daniel Bueno, vide capa abaixo.
Foto 1 - Treinamento De Habilidades Em Dbt - Paciente - Artmed



quarta-feira, 26 de abril de 2017

YOU

TRADUÇÃO



Sempre é uma alegria quando uma tradução realizada com paixão e afinco é publicada!
O texto abaixo foi retirado do site Visto Livre:



Entre os lançamentos de 2017 do selo Geektopia, da editora Novo Século, encontra-se You, de Austin Grossman, que traz o jogo mais difícil já feito, em que o jogador tem apenas uma vida.
Na obra, quando Russell se junta à Black Arts, empresa de games idealizada por dois designers visionários que já foram seus amigos mais próximos, depara-se com uma excêntrica tripulação de nerds desafiando as fronteiras da tecnologia e do entretenimento. Ali finalmente parece ter encontrado um estímulo, depois de sucessivas insatisfações por caminhos mais convencionais. Mas o principal motivo que o leva para lá é saber o que aconteceu com Simon, seu amigo mais estranho e genial, que morreu em circunstâncias misteriosas logo após o sucesso da Black Arts.
Como o próximo e revolucionário lançamento da empresa é ameaçado por uma falha de software, Russell se encontra em uma corrida para salvar seu trabalho, o legado da Black Arts e as pessoas com quem ele cresceu. Quanto mais profundo escava, mais perigosos os obstáculos se apresentam – e logo Russell percebe que há muito mais em jogo.

Sobre o autor:
Austin Grossman é consultor de design de video games e autor de Soon I Will Be Invincible,
indicado ao John Sargent Sr. First Novel Prize, em 2007. Já publicou artigos para Granta, The Wall Street Journal e The New York Times. Austin mora em Berkeley, na Califórnia.

Ficha técnica
Título NacionalYou
Título originalYou
AutorAustin Grossman
TradutorHenrique Guerra
Nº de Páginas336
CategoriaFicção científica
Formato16 x 23
Acabamentobrochura
Edição
ISBN9788542810363
PreçoR$ 45,00

Comentário: Romance diferente que conduz o(a) leitor(a) ao desconcertante mundo dos desenvolvedores de jogos. Grossman proporciona um mergulho no universo dos jogos digitais e na rotina de quem trabalha numa produtora de games. Os capítulos mesclam magistralmente dois mundos que parecem se fundir nas páginas do livro, numa experiência de leitura enriquecedora e lúdica. Tipo do livro que, para traduzir, é preciso entrar na pele do narrador. E pesquisar. E dar asas à imaginação. Em suma, múltiplos dilemas tradutórios num misto de desafio e deleite.